Veja sete mentiras sobre marketing digital!

Facebook
Pinterest
Twitter
LinkedIn

 

As vantagens do marketing digital você já conhece. Por meio de estratégias sólidas, empresas podem alcançar o público global sem as limitações geográficas, trabalhar com segmentação precisa, ganhar escala no e-commerce e medir, com clareza e exatidão, os resultados alcançados. Além disso, as ferramentas oferecem oportunidades para as empresas se envolverem com seus clientes de forma interativa e personalizada. Isso inclui redes sociais, blogs, vídeos e outras formas de conteúdo que permitem construir relacionamentos mais profundos e duradouros com o público-alvo.

Continua após a publicidade

De acordo com dados do E-Commerce Brasil, a estimativa para 2024 é de que o faturamento do e-commerce seja de R$ 205,11 bilhões. Isso representa aumento de 10,45%, comparando com a previsão de vendas para 2023. O ticket médio, por sua vez, deve girar em torno de R$ 490, enquanto o número de pedidos pode totalizar 418,6 milhões. Tanta demanda será devido a um aumento também na quantidade de clientes comprando online, chegando à marca de 91 milhões de consumidores.

Se você não quer perder espaço nesse mercado que só cresce todos os anos, aproveite a proximidade com o 1º de abril, data mundialmente conhecida como Dia da Mentira, e confira 7 mentiras listadas pela agência full service Adtail sobre as práticas de marketing digital no Brasil e como não deixar que elas prejudiquem o seu negócio.

1) Surgiu uma nova rede social e eu preciso criar um perfil da marca imediatamente, para mostrar ao público que estou antenado.

“Mentira! Não é porque uma rede social chegou ao mercado que seu público vai estar nela. Esteja onde sua marca é ouvida e onde faz sentido para seu público, para o seu conteúdo e para o seu serviço ou produto”, esclarece Tainá de Zutter, especialista de social media.

Leia também: Seu marketing digital B2B deve se comunicar com a geração Z

Continua após a publicidade

2) Se eu disparar um e-mail marketing pra toda a minha base de clientes, tenho mais chances de vender mais!

Para Renata Borba, gerente de CRM, seria um sonho se fosse tão fácil performar. “A verdade é que mandar tudo pra todo mundo só força o volume e cansa a base, correndo o risco até de perder o engajamento e efetividade a longo prazo, sem garantir resultado no presente. O que na verdade garante a venda é justamente o oposto: encontrar as pessoas certas dentro da jornada, que estejam no momento certo para a oferta que você quer fazer.”

3) Trabalho com marketing. Não preciso entender de dados.

Péssima abordagem. “Independente da área de atuação, a análise de dados é fundamental para entender o contexto no qual o seu negócio está inserido e se suas ações estão entregando o resultado esperado. Decisões baseadas em dados são mais assertivas e te colocam um passo mais próximo de suas metas e objetivos”, reforça Andressa Junges, coordenadora de Data Intelligence.

4) O e-mail marketing está morto.

Francini Vergari, coordenadora de marketing da Adtail, afirma que, embora algumas pessoas possam considerar o e-mail antiquado, ainda é uma das formas mais eficazes de comunicação com os clientes. “Desde que seja feito de forma relevante e personalizada, o e-mail marketing pode gerar altas taxas de conversão.”

5) Agências de marketing digital são todas iguais.

André Bonanomi, chief revenue officer da Adtail, discorda totalmente. “Cada agência de marketing digital tem sua própria abordagem, conjunto de habilidades e áreas de especialização. É importante pesquisar e encontrar uma agência que se alinhe com os objetivos e necessidades específicas da sua empresa.”

6) Inbound marketing é só produzir conteúdo.

Embora a criação de conteúdo de alta qualidade seja uma parte importante do inbound marketing, não é o único aspecto. “O inbound marketing envolve também a criação de relacionamento com os clientes, a nutrição de leads, a personalização da jornada do comprador e muito mais”, destaca Débora Mengarda, coordenadora de inbound marketing da Adtail.

7) Design é apenas sobre estética.

Alex Lennon, head de criação da Adtail, alerta que muitas vezes as pessoas pensam no design apenas em termos de aparência visual, ignorando sua função estratégica. “Na realidade, o design eficaz vai muito além da estética e deve ser orientado por objetivos específicos de negócios, como aumentar as taxas de conversão, melhorar a usabilidade do site ou fortalecer o reconhecimento da marca.”

A Adtail é uma agência full service que vai além do marketing digital de performance,  oferecendo uma gama completa de soluções, como digital planning, paid media, SEO optimization, CRM marketing, inbound marketing, social media, creative & design.

Fonte: / www.jornalcontabil.com.br

Picture of QG Criativo
QG Criativo

Agência de Marketing Digital

Outros Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.